domingo, 20 de julho de 2014

Inexorável


Se eu morro, fica tudo aí.

O teu desprezo, a calúnia de alguém;
O meu desejo (o céu azul do mar além);
O meio-dia e a sirene da escola,
A construção defronte à casa,
A lagartixa, em vai e vem...

Fica tudo aí:
os filhos que não tive
as contas que não paguei
os livros que não li
a louça que não lavei

Se eu morro,
tudo fica.

Só eu choro
Porque passei.

(Fernanda Dannemann)

7 comentários:

  1. Fernanda,

    Adorei ! O que voce escreveu e a pura verdade ..... pois sinto o mesmo .....mas o que se ha de fazer, a vida e assim ........passageira ......como uma bela, intrigante, dolorosa, alegre, fantastica viagem ......

    Beijos

    Feliidades,

    Gilda Bose

    ResponderExcluir
  2. Mais um belo e realista cometimento da talentosa blogueira. Um tapa de luva de pelica na fuça de quem é "Sissi" ou se acha rs.Creio mesmo que ninguém seja especial ou insubstituível, quanto ingênua ou arrogantemente supõe e faço minhas as sapientíssimas palavras do grande Nilton Bonder, extraídas do seu excelente livro, que considero leitura mais do que obrigatória, utilitarista : O SAGRADO.
    Santé e axé!

    A VERDADEIRA LEI DO UNIVERSO

    O mais importante de todos os segredos dos segredos diz respeito ao nosso próprio ser.
    O inculto diria que somos apenas mais um ser entre um número incalculável de seres espalhados num universo infinito. Nossa magnitude, nosso tempo, nossos sentidos, nosso poder, nossa sabedoria e tudo mais são insignificantes.
    O antropocentrismo – o homem como eixo do universo – coroado pelo individualismo – a minha pessoa no centro do humano – é a plataforma mais delirante pela qual enxergamos a realidade.(...)
    Assim sendo, o sucesso seria imposto pelo próprio ser humano a despeito do meio ambiente. O rico fica mais rico porque detém esse segredo; o pobre fica mais pobre porque carece desse segredo. O fiel a qualquer sistema de segredos é abençoado enquanto o infiel é amaldiçoado; para um, a salvação e para outro, a danação. (...)
    O segredo do segredo, no entanto, retorna ao lugar do inculto e pega emprestada sua visão.

    O ser humano e seu pensamento realmente não são onipotentes, muito pelo contrário, grande é sua vulnerabilidade e sua ignorância. Porém, o ser humano que conhece a pequenez de si e de sua vontade é um gigante. É sem dúvida impressionante a grandeza de um ser que pensa e que consegue não se colocar no topo de nenhuma cadeia ou pirâmide. Há nobreza no pensamento que não se enreda em autovalorização e autoglorificação e se submete a uma incessante auditoria para não se corromper por seus próprios desejos.

    Não somos especiais e esse é o segredo do segredo. (...)

    Não é pouca coisa ser dotado de inteligência e consciência e não se asfixiar no próprio ego.
    Nesse lugar tão digno e apropriado o ser humano redescobre o fato de “não ser especial” como uma conquista gloriosa e libertadora. Com essa consciência, podemos falar com o universo, com Deus. É este “eu” feito de delírios produzidos por segredos que ofusca a possibilidade de se ver Deus e de se perceber a realidade com mais lucidez.
    (...) Saber que nosso pensamento pode produzir o delírio proposto pelo segredo e que podemos ter maestria sobre nossas alucinações revela nosso verdadeiro tamanho.

    Não ser nem mais nem menos é uma potência inigualável.

    Ninguém é mais poderoso do que aquele que se é plenamente, não permitindo que sua insegurança lhe impeça de ocupar seus espaços e que sua arrogância fantasie jurisdições que não lhe competem.
    Só o humilde sabe pedir. Só o humilde conhece a nobreza de saber adequar a si e seus desejos ao mundo que o rodeia. Seu território prioritário de controle está em si mesmo.(...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorrrrrro o Rabino! E to lendo este livro!!!!

      Excluir
  3. Liiiiiiiiiiiiiiiindo!

    ResponderExcluir
  4. Fique tranquila, vc não vai chorar.

    ResponderExcluir
  5. Será que o comentário já foi?

    ResponderExcluir

Dicas para facilitar:
- Escreva seu nome e seu comentário;
- Selecione seu perfil:----> "anônimo";
- Clique em "Postar comentário";
Obrigada!!!!!