sexta-feira, 7 de junho de 2013

O amor é a casa pra onde a gente sempre volta

O tempo passa... viver é isso e não tem jeito. Mas quanta emoção boa fica pelo caminho, e quantas pessoas nos marcam tão definitivamente que, depois delas, tudo muda dentro da gente... não importa que se vão, que sumam no mundo ou entre as nuvens, porque já nos tatuaram com o que tinham de singular, já nos tocaram a alma e tornaram-se inesquecíveis, tótens de alegria nas nossas manhãs e nas nossas lembranças.

Feliz de quem tem um irmão, um pai, uma mãe, um amigo de carne, osso e afinidade pra se recordar, por mais que os caminhos se abram em mil diferenças.

É que o amor é a casa pra onde a gente sempre volta.


6 comentários:

  1. Lindão isso!

    Amei! Vc é uma admirável poetisa!

    bjs,

    Andrea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Andrea... você é uma admirável decoradora!!!

      Excluir
  2. O Alma Lavada é, de certa forma, uma das casas do amor (ainda bem que amor é vastíssimo, desapegado e incondicional) para onde eu sempre retorno...e minhas constantes pitaquices rsrs , não me deixam mentir.Embora como todo homem a natureza dificulte-me a fidelidade rsrs, nas afinidades intelectivas/emcionais e, por extensão... nas artes, sou fidelíssimo e leal demais da conta, sô!!!.Ato contínuo, adoorei o post e assino-o embaixo, até porque, depois da fundamental saúde, o que mais conta, na minha singela conceituação é o que vc sagazmente pontuou:"Feliz de quem tem um irmão, um pai, uma mãe, um amigo de carne, osso e afinidade pra se recordar, por mais que os caminhos se abram em mil diferenças".E acrescento: melhor ainda para compartilhar, também,e não só recordar.
    .
    Beijão, santé e axé!!!
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir
  3. As portas estão sempre abertas pra você...

    ResponderExcluir
  4. Fernanda,

    E isso ai, porque o amor sempre deixa a porta aberta, para voce ir e vir quando quizer .......Cassia Eller, saudades ......

    Felicidades.

    Gilda Bose

    ResponderExcluir
  5. "Gentemmmmm"...como pude esquecer de comentar sobre a fenomenal Cássia Eller? Artista pra mim tem de ser assim como ela: singularíssima, talentosíssima, cheia de atitude, vozeirão, repertório de bom gosto e, acima de tudo, não se parecer com nenhum(a) outro(a). Hoje em dia, o que mais se vê, infelizmente, é uma cambada de artistas mais do mesmo...previsíveis (e chatos kkk).
    Santé e axé!
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir

Dicas para facilitar:
- Escreva seu nome e seu comentário;
- Selecione seu perfil:----> "anônimo";
- Clique em "Postar comentário";
Obrigada!!!!!